Força e Esperança

hands 1926414 1920

 

Você nunca sabe a força que tem. Até que a sua única alternativa é ser forte.
Johnny Depp

Quando li esse pensamento, de Johnny Depp, pensei comigo: a força e a esperança como uma única última alternativa é uma escolha que se faz e, com certeza, faz toda a diferença em nossas vidas. Algumas pessoas não escolhem nem a força nem a esperança, como última alternativa. Elas não apenas se abaterão, se fragilizarão frente aos vendavais da existência. O fato de não perceberem alternativas, lhes consumirá a alma.

Todos nós enfrentamos dificuldades em um momento ou outro.  É próprio de nossa existência que tenhamos momentos felizes, mas também fracassos, decepções e revezes. Como enfrentamos esses momentos pode fazer toda a diferença.  

Um filósofo, em especial, debruçou-se sobre a situação da dor: Nietzsche. Ele considerava os infortúnios algo vantajoso na vida. Escreveu: “A todos com quem realmente me importo, desejo sofrimento, desolação, doença, maus-tratos, indignidades, o profundo desprezo por si, à tortura da falta de autoconfiança, e a desgraça dos derrotados". Forte, não? Ele acreditava que o sofrimento e o fracasso poderiam nos auxiliar na construção do caminho para o sucesso, considerando que tais vivências, quando superadas, nos tornariam pessoas diferenciadas.

Às vezes nossos desafios são imensos. Como escalar uma grande montanha, repleta de obstáculos. No entanto, no alto de uma grande montanha, após uma árdua subida, a vista é sublime. É dali que enxergamos a mais bela paisagem. Niestzche afirmava que para conseguir as coisas que valem a pena é preciso sofrer. Imagine a preparação de atletas, a disciplina, as horas incansáveis de treinamento. Algumas vitórias são tão significativas que não há dor ou desafios que as ofusquem.

Dificuldades fazem parte de nosso desafio de viver.  Não devemos entrar em pânico por elas. O segredo está em reagir ao sofrimento, tentando fazê-lo com esperança e desejo de superação.  Ou, quem sabe, usá-lo para criar um novo tempo, mas realizador. Fácil dizer? Sei que é difícil viver! Mas, pense! Revisite a sua história. Você também já não transformou a dor e a derrota em vitórias? O fracasso pode ser apenas o início de uma nova possibilidade.

NIestzche dizia que o fracasso é visto como tabu para nossa cultura, tratado como se fosse uma coisa que só acontece a alguns coitados. A ideia é que na vida de qualquer um, independentemente do quanto obtenha de vitórias, sempre haverá um grau de fracasso. Como você terá referência para apreciar devidamente o sucesso sem a experiência do fracasso? No entanto, para o filósofo o fracasso não bastava. Todas as vidas têm um grau de fracasso. O que torna algumas mais satisfatórias é a forma com o fracasso é encarado.  A sensação de fracassar é terrível, no entanto, a sensação de se reerguer é muitas vezes superior.

Para conseguir grande felicidade na vida, para colher grandes alegrias, é preciso viver perigosamente. Viver é uma coisa arriscada. Se você ficar mobilizado pelo medo dos riscos, da dor, do fracasso, nunca vai experimentar a beleza das vitórias - . após a árdua subida, a vista  sublime.

“Aquilo que não me mata, só me fortalece”. Os extremos da dor e da realização  são experiências vitais. E, enfim, nem tudo aquilo que nos faz sofrer é necessariamente ruim. Como também nem tudo que nos dá prazer necessariamente nos faz bem.

Lembrando Depp, “você nunca sabe a força que tem, até que a sua única alternativa é ser forte.” O que desejo é que você opte pela esperança e a força, como a sua melhor, única e possível alternativa.


Imprimir  
0
0
0
s2sdefault